Blog

Neste espaço falamos sobre saúde e bem-estar. Acompanhe o Laboratório Pasteur de onde estiver.

Obesidade Infantil: prevenir e combater desde cedo

20

Jun

Obesidade Infantil: prevenir e combater desde cedo

Quando falamos em cuidados para a saúde, logo pensamos em todos os básicos: se alimentar bem, beber água, fazer consultas e exames de rotina e praticar atividades físicas. Quando esses cuidados principais são ignorados, eles transformam-se em fatores de risco para doenças e condições de saúde. Em crianças o assunto se torna ainda mais sério.
- De acordo com a OMS, uma em cada três crianças brasileiras, com idade entre 5 e 9 anos, está acima do peso.
- No mundo, dados divulgados pela Organização Internacional World Obesity apontam que mais de 158 milhões de crianças e adolescentes, entre 5 e 19 anos, sofrem com o excesso de peso.
- Segundo o Ministério da Saúde, crianças acima do peso têm mais chances de se tornarem adultos obesos.
- Crianças com obesidade têm maior probabilidade de desenvolverem, com o passar do tempo, doenças como hipertensão, diabetes, infarto, problemas ortopédicos, distúrbios psicológicos, doenças cardiovasculares, entre outras.
A obesidade infantil é um problema de saúde pública extremamente grave que deve ser tratado com seriedade.
A obesidade é uma doença crônica, caracterizada pelo excesso de peso e causada principalmente por maus hábitos alimentares e falta de atividade física. No desenvolvimento da obesidade infantil, a doença é multifatorial e está associada à uma combinação de fatores, como a ingestão de alimentos calóricos, sedentarismo, comportamentos inadequados e respostas biológicas. O conjunto desses fatores requer um tratamento com mudança no estilo de vida, nos hábitos alimentares e atividade física.
Os hábitos alimentares das crianças são formados desde cedo e os pais devem contribuir para uma alimentação adequada e saudável. Antes dos 2 anos de idade, não é indicado oferecer açúcar e alimentos ultraprocessados, assim como sucos ricos em açúcar, comidas industrializadas e refrigerantes.
Já em relação à prática de atividades físicas, ela é fundamental em todas as etapas do desenvolvimento infantil (e da vida!). Os exercícios ajudam no equilíbrio energético do corpo e na prevenção da obesidade. Atividades ao ar livre e não apenas em aparelhos eletrônicos devem ser incentivadas.
Bons hábitos devem começar desde cedo, e isso inclui alimentação, exercícios físicos e controle de peso. Ter uma boa saúde é a construção de uma vida saudável. Não deixe de lado os cuidados com a saúde, nem os básicos nem todos os outros! Consulte seu médico regularmente e leve seu filho a fazer o mesmo.